Dedetizadora em SP        Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  -  EMPRESA CREDENCIADA PELA ANVISA. Dedetizadora SP.

Desratização na Casa Verde

 

Existe um microcosmo que o ser humano não consegue visualizar utilizando apenas os olhos.

É necessário fazer uso de ferramentas especificas para visualiza-lo, como lentes e microscópios.

E foi assim que no século XIX, encabeçada principalmente na figura de dois cientistas, o alemão Robert Koch e o francês Louis Pasteur, que foi descoberto a existência de seres vivos nesse microcosmo.

A chamada revolução molecular representou um novo estágio do conhecimento científico.

Os estudos dos micróbios, primeiro com as bactérias, depois seguindo com os fungos (esporos), os vírus, e ultimamente os príons, representou uma nova dimensão de como as coisas funcionam: como ocorre a transmissão de uma doença infecciosa, e quais são os meios para preveni-la ou a remediar.

 

Os agentes infecciosos

A Saúde Pública foi uma disciplina que se aprimorou demasiadamente com o advento das novas tecnologias resultantes da revolução microbiológica.

Também no século XIX, o médico John Snow conseguiu descobrir a origem de uma infecção de cólera, quando até então não se sabia que a transmissão ocorria pela água, fazendo com que a prefeitura de Londres lacrasse a respectiva bomba de água contaminada, dando origem assim ao que hoje conhecemos como Epidemiologia.

Atualmente, o conhecimento acumulado nos permite entender os fatores de riscos envolvidos em diferentes doenças infecciosas, conforme a respectiva biologia do agente infeccioso, e seu meio de transmissão.

Por exemplo, para o HIV, que é sabido que sua transmissão se dá por fluídos corporais durante o ato sexual desprotegido, tem-se uma cartilha específica para a sua prevenção; já para a gripe, cuja a transmissão se dá por partículas dispersas pelo ar (fômites), a cartilha utilizada para a prevenção é outra.

 

Pragas são transmissores de agentes infecciosos

As chamadas doenças transmitidas por vetores são enfermidades infecciosas que necessitam de um animal para transmiti-lo, seja pela própria fisiologia do animal que permite a multiplicação do agente infeccioso em seu organismo; seja ainda pela transmissão mecânica, quando o animal apenas carrega consigo alguma carga do agente infeccioso.

E este que é o grande problema das pragas urbanas: muitas delas são transmissores de perigosos agentes infecciosos.

 

Doenças causadas por ratos

Devido a sua biologia, os ratos conseguiram dominar grande parte das zonas urbanas do mundo.

Sua elevada taxa de reprodução, e ausência de predadores naturais nas grandes cidades, permitiram que esses animais alcançasse a ordem de bilhões no mundo (apenas na China compreendendo mais de 2 bilhões de ratos).

A própria história das epidemias humanas teve o rato um importante colaborador: a Peste Negra, que varreu a Europa e a Ásia no século XIV, teve com os ratos um reservatório para o agente infeccioso, uma bactéria.

Atualmente os ratos tem importância na Saúde Pública dos centros urbanos, principalmente devido a duas doenças.

A infecção pelo hantavírus é transmitida pelo ar, que tem os ratos como hospedeiros, quando estes carregam em suas fezes e urina partículas viróticas.

Quando alguém limpa um local infestado por ratos, e contaminado por estes vírus, partículas viróticas em suspensão podem entrar pelas vias respiratórias, caso alguém exposto não esteja usando mascará de proteção.

A partir de uma virose com febre, calafrio, dor de cabeça, uma grave doença pode se desenvolver: Síndrome Cardiopulmonar por Hantavírus (SCPH), pode levar falência pulmonar e a morte.

A outra doença é a leptospirose: presente também fezes e urina de ratos, essa bactéria é transportada pela água de enchentes e córregos transbordantes, podendo assim inocular uma pessoa que esteja exposta no local.

Também com quadro clínico grave quando não bem tratada, apresenta hemorragia, meningite, falência renal, hepática e respiratória, e pôr fim a morte.

 

Livre-se destes perigos

A Desratização na Casa Verde é uma empresa com mais de 20 anos de experiência no seguimento, trabalhando com a principais tecnologias e defensivos químicos internacionais, zelando todos os protocolos de segurança e qualidade.

Não ponha em risco sua saúde, e a saúde de seus próximos, entre em contato agora mesmo.

Solicite um orçamento

SOBRE A ALVO

Nós da Alvo Dedetizadora atuamos há duas décadas no segmento de Controle de Pragas Urbanas, sempre utilizando as mais eficazes e modernas tecnologias existentes no mercado. Entre o nosso quadro de colaboradores, contamos com uma equipe técnica multidisciplinar formada por profissionais especializados: Químico como Responsável Técnico, Engenheira Agrônoma, Enfermeira, Técnico de Segurança do Trabalho e Técnicos em Controle de Pragas..saiba mais

 CENTRAL DE ATENDIMENTO
11 20915004

ATENDIMENTO 24HS

11 981871898

MATRIZ

Rua Rogério Giorgi, 298 - Vila Carrão - São Paulo / SP  CEP 03431-000



Atendemos toda a grande São Paulo, Interior e Litoral

 

Formas de pagamento:

Acesse:

ACESSO RÁPIDO

Quer trabalhar conosco?
Envie seu currículo para:
  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Dúvidas, reclamações ou sugestões?
Envie um e-mail para nós:
  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.